Top 5 – Trilha sonora para a gripe suína

Não dá para passar batido na epidemia da afamada H1N1, nova gripe, influenza A ou, como se convencionou chamar, gripe suína. Ou você já pegou a doença, ou conhece alguém que pegou ou faz piada com ela. A sociedade vive uma paranóia. Sobram recomendações e cuidados para não se transmitir mais o vírus. Chegou-se ao ponto de a Arquidiocese de São Paulo desobrigar os fiéis a dar as mãos durante o pai nosso e no abraço da paz durante as missas.

Vidas Sonoras não perde a oportunidade de embarcar no assunto do momento. Mas, em vez de distribuir máscaras, o blog enumera mais uma de suas inúteis listas. Desta vez, só entram músicas sobre leitões, suínos, porcos e quaisquer outros animais que chafurdem na lama, façam “óinc” ou virem linguiça.

Beatles – Piggies

Faixa do Álbum Branco (1968), o mais heterogêneo dos Fab Four. Composição de George Harrison que, apesar da doçura no arranjo, é uma ferrenha crítica à burguesia. Os “porquinhos” do título são os endinheirados.

 

Nine Inch Nails – March Of The Pigs

Quando lançou o disco “The Downward Spiral”, em 1994 , o Nine Inch Nails cravou na história da música pop o sentido definitivo do rótulo “rock industrial”. Guitarras sujas, sintetizadores marcantes, batidas semelhantes aos sons de uma fábrica. Tudo isso está na explosiva “March Of The Pigs”.

 

 Black Sabbath – War Pigs

Um eterno clássico do pré-heavy metal: riff de afinação em J, solos intermináveis e o fantástico vocal de Ozzy Osbourne aos 22 aninhos. Vale procurar algumas versões, como as do Faith No More e do Cake.

 

Green Jelly – Three Little Pigs

Essa banda não foi conhecida por outro motivo que não fosse este clipe. Animação em massinha que mostra uma versão pouco comum da historinha dos três porquinhos. Um deles é guitarrista, o outro é maconheiro e o último é um arquiteto que consegue sacanear PESO com o lobo mau. No final, um herói dos anos 80 surge para surpreender.

 

Suede – We Are The Pigs

O Suede foi uma das bandas mais incensadas da cena britpop na primeira metade dos anos 90. Reviveu o estilo do glam rock setentista não apenas no som, como também no visual, na androginia. Independente de qualquer coisa, o grupo lançou um disco irrepreensível: “Dog Man Star”, de 1994. “We Are The Pigs” foi o primeiro single do álbum e é praticamente um ode suíno.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Top 5 – Trilha sonora para a gripe suína

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s